Direitos Autorais Reservados / Lei. 9.610 de 19/02/1998

Protected by Copyscape plagiarism checker - duplicate content and unique article detection software.

13 de março de 2010

32 anos...


(Lendo a biografia de Marlon Brando)
Cheguei a pouco da rua. Estava com Baby face bebendo um pouco e celebrando a solidão, ainda não encontrei uma rima pra ela. Caminhei sozinho pelas ruas e os pensamentos tem uma coisa de invasão mesmo. A todo instante me vinha o fato de a Lu ter se acidentado no Rio de Janeiro e eu ainda não ter tido nenhuma notícia, isso me deixa grilado. Queira poder fazer mais do que mandar boas energias para ela.
Queria poder caminhar do seu lado, mas abro o meu e-mail e vejo sua reticente mensagem... não posso ficar aqui,não com essa preocupação e nem com essa dor no peito. Há ainda um pouco de uísque em minha garrafa. Boa noite amor, vou entorpecer o sentido e fugir, como só os covardes que amam sabem fazer...

Um comentário:

  1. sim... como só os covardes que amam sabem fazer...

    ResponderExcluir

valeu por comentar